quinta-feira, 8 de novembro de 2007

Ode ao Poeta!




O poeta já na grecia antiga era de grande valia

Mensageiro real, de encantador trovadorismo.

Mas hoje nao existem limites pra poesia.

Poesia, cultura, filosofia e modernismo




E então a poesia nasceu da sensibilidade.

Tão sublime quanto sentimentos como a saudade.




Dificil mesmo com palavras e descrever a inpiração

Mas a saudade descrevo como a presença do ausente

A inpiração vem da razão ou do coração?!

Os pensamentos racionais conduzem minha mente.




Poesia é inspiração, é a soma, é a junção.

Da presença do ausente, da razão e da emoção.

7 comentários:

molin' disse...

adorei o nome do blog: poesia e boêmia, tem coisa melhor?
muito bom o texto :D
beeijos

malukinha d'arroios disse...

há gostos para tudo...

eu cá gosto da tua música, não sei fazer poesia, acho-a muito cordelista... mas obrigada.

e tb gosto mt do nome do blogue como já foi referido.

abraço

molin' disse...

gostei de tudoo
(:
beeijos

L. G. Alves disse...

Que bela junção!
viva la poesia....

gata disse...

"Poesia é inspiração, é a soma, é a junção.Da presença do ausente, da razão e da emoção."

e traz gatas penduradas na ponta de um balão!!!!!


Beijo de saudade!

Anônimo disse...

Boa Cachos poetas...cada vez mais surpreendendo e crescendo na poesia! abraço irmão!

aLêeee disse...

poesia eh tudo
faz vc se apaixonar
eh perfeita
vc busca algo perfeito e isso nao eh humano
eh poetico entende?
profundidade acima de tudo!