sexta-feira, 17 de agosto de 2007

Homem grama....Mulher Flor!



--- Estávamos no litoral, a resenha era intensa. Muitos cansados já tinham ido dormir. Sobrara na boêmia Eu, Parada e Maron. Foi quando Parada empunhando um copo de Vodca misturado com algo. Começara a defender sua tese, que apesar de romântica mostrou-se verdadeira aos meus olhos. A tese basicamente dizia metaforicamente que Homens eram grama e Mulheres flores. Com o copo levantado e voz inebriada falava pausadamente:

--- “Mulheres são flores, porque flores são belas e perfumadas. Cada mulher tem sua cor, perfume, beleza e segredos de cultivo e cuidados. Enquanto os homens embora tenham sim suas diferenças, as mesmas não são lá tão notáveis, e como grama mesmo, existe uma mais verde outra mais marrom, uma mais forte outra mais rala, mas é tudo grama. Por isso amamos tanto as “flores” porque cada uma delas é surpreendente com suas diferentes e inconstantes características.”.

Com base em tal teoria criei esta poesia:


Homem é grama

Mulher é flor
Flamejante como uma chama
Mulher é fogo (calor)
Mulher é musica
Musica é perfume
Mulher mistura sinestésica.
De cheiros, sons, gosto, toque ou cor.

Grama é semelhante
Flor é diferente
Como poesia e prosa
A diferença e marcante
A semelhança inebria minha mente
Como azul e rosa
Como sexo e amor
Como homem e mulher
Como grama e flor!

(Perdição)



T. Parada este belo soneto criará para uma flor que a ele encantara:

“Te tive tão fácil como te perdi

Provando do amargo gosto da ilusão

E com a beleza inefável que habita em ti

Deixaste-me inerme a paixão


Paixão esta que me faz pensar

Nas utópicas fantasias de amar

E que também faz doer

A ausência de você


Mas sinto que pensar em ti

Aumenta mais nossa distância

Por isso calar-me-ei


Deixando o destino agir

Com uma discreta elegância

Finjo que nunca te amei”


(T.Parada) (http://tpontoparada.blogspot.com)

6 comentários:

Luciana Donadéli disse...

simplismente adorei a teoria e a poesia. Mas se eu disser ao meu namorado que ele é grama ele não ia gostar muito
^^


ah, qnto ao post anterior no meu blog, não se preocupe aquilo não é o que eu sinto. É apenas um miniconto inspirado em uma musica de Elis Regina
:]

te cuida!

clotilde disse...

Muito lindo!!!

Bina Goldrajch disse...

rs... meio feminista demais essa teoria, não acha?

Abraços!

Ana disse...

Sim...
interessante...
e posso dizer(Graças aos Céus!) que homens tem diferenças e belezas notáveis!

Fernandinha disse...

Sensacional a analogia.

Angela disse...

Quero parabenisar este portal por tantas e tantas poesias lindas, por tantas citações maravilhosas.
Este é o meu predileto, é quem me socorre em minhas pesquisas sobre poemas, e outros mais.
Obrigada.
Angela mendez.