segunda-feira, 18 de fevereiro de 2008

Glamour



Imatura e Jovial
De olhar angelical
Cheia de boas intenções
Ações nem tanto
Na cabeça confusões
Problemas e encanto
Você não precisa de amor
Apenas de Glamour
Pra nutrir sua fama
Sua única faceta é na cama!

8 comentários:

Bassáltamo disse...

isso dá um hip hop!
hahahhhah

Pathy disse...

Realmente, não precisa de amor, "o amor a gente inventa". Tá, eu sei que é "o nosso amor", mas não ia combinar com a situação, haha.

;)

rato contra a vassoura disse...

pra tudo desaguar em duas vias:

ou sexo e dinheiro, ou depressão seguida de uma bala na cabeça

nosso brog é muito parecido, velho joe

Camila Libanori disse...

Muito bom o blog!
Ótima poesia!
Obrigada pela visita!
bjO!

Nina Ferreira disse...

Uau!
Que sensual!
Femme fatale. ;)

Claro, que ele não morreu.Mas, uma banda como os Beatles tinha que ter uma lenda, né?.
Aliás, uma não, várias.

Beijão.

Nielle disse...

Bem que combina com o meu último post do BBB que eu te falei: glamour.
Passei rapidinho antes de ir trabalhar mas adorei esse poeminha! Singelo mas adorável!
Bjão!

- Ju

Si disse...

Lendo esse post, passou um clipe (ou seria um curta?) pela minha cabeça. Rende uma história boa.

Gosto da forma que escreve. Sem meias-palavras, sem amarras, mas sem deixar a doçura de lado.

Beijos e flores.

Celine disse...

Adolescencia??
rsrsrsrs