quinta-feira, 24 de maio de 2007

Chico gênio, Buarque boêmio




Poeta, cantor, músico, artista e boêmio.
Palavras são poucas para descrever este gênio.
Capaz de escrever até peça teatral.
Opera do Malandro, espetáculo magistral.
Um dos poucos sambistas que não sabe sambar
Mas a roda de samba consegue encantar.
Canta baixo com a voz suave
Não sai do tom nem pro agudo, nem pro grave.
Brinca com as palavras, que originalidade.
Muda-as de lugar e forma novos versos, genialidade.
Versa como poucos a Língua Portuguesa
Trazendo Brasilidade com incrível leveza.
Viaja e flui na linguagem figurativa.
Traz a poesia numa forma pura e expressiva
Malandro carioca da cidade maravilhosa
Além de músico e poeta escritor em prosa
Encantando o Brasil e cantando no mundo inteiro.
Fazendo “um sucesso” nada passageiro
Musicas que nos idos dos anos setenta ganharam festivais.
Que até hoje onde tocam, soam atuais.
Influenciado pelo Samba raiz, de breque, de gafieira.
De Cartola, Noel , Jackson do Pandeiro...Gravou com o Moreira.
Parceiro Tambem de Tom e Vinicius, mestres da Bossa Nova.
Com pitadas de Jazz e Choro e Chico Batera na percussão ele inova.
Jogou uma bola com Bob Marley no Brasil.
Depois fez uma jam session, sorte de quem ouviu!
Já fostes homenageado até pela Mangueira.
Presto, humilde homenagem a um dos mestres da Musica Brasileira.

9 comentários:

Anônimo disse...

muito bom!! fantastico!!
inspirado no show? certamente!
incrivel este seu lado!
parabens!
continue!
baixinha

Anônimo disse...

Adorei...!
Eu, na qualidade de admiradora ferrenha do Chico, fiquei mais ainda sua fã ao ver que você fez uma homenagem tão bela a ele =)
Jogo de palavras incrível, aprovadíssimo. Rsrs

Pena que não pude ir ao show, foi bem no dia que tive que ir à Selva.

Hahaha.

Quero ver mais.

Besos.

Anônimo disse...

Muito bom irmao...
Façam minhas as palavras ja escritas aí em cima...
um bejo da sua irma!

Bassáltamo disse...

mas esse perdiça, com a pena afiada!

vá reto sem perdão

Fred disse...

BOA

Anônimo disse...

Boa cachinhos...tu pode escrever um livro já irmão !!!


Refletindo mto nas idéias eu !!!

paz grande!

Anônimo disse...

Doidera Paulo!!!
muito bom...
qualquer dia temos que fazer um noite de boemia aí!
violão e bossa nova a noite toda
Abraço

Gabizão

Leila Saads disse...

Pauloo, Esse post ficou iradoo!
Foi o melhor que eu li até agora sem dúvidas, mas também né, o chico buarque inspira mesmo poesia!
=*

blá blá blá disse...

o que está ao lado quem é? parece-me o bob M. será?